Joga limpo Brasil

Posted on outubro 12, 2011

0


Joga Limpo Brasil conquista adesões em pré-lançamento. Cerca de 100 pessoas compareceram à apresentação das estratégias do movimento cristão que disseminará a mensagem bíblica durante a Copa do Mundo de 2014.

Evento foi realizado no último sábado (17/09), em São Paulo.

Foi com muito entusiasmo que representantes de igrejas e organizações cristãs receberam a proposta de mobilizar voluntários para  disseminar a mensagem e princípios bíblicos, aproveitando o contexto dos  grandes eventos esportivos a serem realizados no País: a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Idealizado com o objetivo de criar um gigantesco movimento  para  difundir princípios bíblicos que podem  fazer frente aos problemas sociais brasileiros, o Movimento Joga Limpo Brasil (MJLB) foi apresentado no dia 17 de setembro, no auditório “Escola Americana”, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na capital paulista. À frente da iniciativa estão a Coalizão Brasileira de Esportes (CBE), Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e Amme Evangelizar.

 “Trata-se do pontapé inicial, focado, inicialmente, na Copa do Mundo de 2014, e de um convite para que todos os cristãos brasileiros se engajem nesse movimento”, sintetiza Erní Seibert, coordenador de Comunicação do MJLB e secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, lembrando que a data escolhida para a apresentação do projeto remete aos mil dias que antecedem o início do mundial.

 O jornalista Reinaldo Gottino, mestre-de-cerimônias do evento,  apresentou os representantes das entidades coordenadoras. Na fala de abertura, Marcos Grava, coordenador de  grandes  eventos esportivos da Coalizão Brasileira de Esportes, salientou que o MJLB nasceu  com o propósito de transformar a vida  e o comportamento  das pessoas. “Pela Palavra de Deus,  o Brasil será uma sociedade liberta. Sejam todos bem-vindos. Se juntos podemos, então, vamos virar este jogo”, saudou a todos.

 O capelão esportivo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Danilo Scarpelli Dourado, expressou a alegria da entidade em fazer parte do movimento e conduziu a oração inicial. A tradição esportiva da universidade foi ressaltada pelo mestrede-cerimônias, Reinaldo Gottino, que, em seguida, chamou ao palco o coordenador de Comunicação do MJLB e secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. “Grandes viradas não são uma característica exclusiva do futebol. A Bíblia Sagrada está cheia de grandes viradas e nos ensina como promovê-las, ao olharmos para Jesus. Se dermos esta grande virada e jogarmos limpo, o Brasil vai ser um país bem melhor”, afirmou Seibert.

 Coube  a Marcos Grava apresentar a iniciativa, que está inserida no  Movimento Joga Limpo, um esforço conjunto de instituições cristãs do Brasil e do exterior, que tem como base experiências recentes e bem-sucedidas realizadas nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996), de Sydney (2000), de Atenas (2004) e Pequim (2008); nas Copas do Mundo da Alemanha (2006) e da África do Sul (2010); e nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007). “Agora é  a nossa vez.

 O desafio é muito grande, mas é também uma grande oportunidade de semear a Palavra de Deus”, afirmou.

 Grava explicou que o nome escolhido para o programa é alusivo à expressão inglesa “fair play” (jogo limpo), muito usada no meio esportivo para tratar da questão da ética, do cumprimento  das regras e da importância do respeito entre os competidores.

 Assim, utilizando essa metáfora, o movimento pretende chamar a atenção para a importância de se praticar os princípios bíblicos no dia a dia, contribuindo, desta forma, para uma sociedade mais justa, pacífica e harmônica. A criação do movimento foi inspirada na visão que levou o apóstolo Paulo a ir de Atenas para Corinto (Livro de Atos dos Apóstolos, Capítulo 18), uma das maiores e mais movimentadas cidades do Império Romano e sede de um dos maiores eventos esportivos periódicos, os Jogos Ístmicos. Ali, Paulo encontrou a oportunidade para anunciar o evangelho com liberdade e alcançar pessoas de todas as partes do mundo.

 “Nosso alvo é mobilizar 20 mil igrejas em todo o País, orientar 20 mil voluntários internacionais e desenvolver atividades de impacto durante os 30 dias da Copa de 2014. Também queremos servir aos comitês organizadores destes eventos, nas 12 cidades-sedes, com atividades voluntárias”,  adiantou Grava, explicando como as igrejas podem aderir ao movimento.

 Erní Seibert encarregou-se de apresentar o Plano de Comunicação, destacando que no dia 12 de março de 2012, no Espaço Cultural Presbiteriano de Pinheiros, na capital paulista, haverá um grande evento nacional, para marcar o lançamento do Movimento Joga Limpo Brasil. “Todos já estão convidados para este encontro, que será seguido de eventos regionais, em  todas  as 12 cidades-sedes da Copa do Mundo”, incentivou Seibert.

 Em seguida, Alex Dias Ribeiro,  ex-diretor da organização Atletas de Cristo e capelão de atletas brasileiros em três Jogos Olímpicos, falou sobre o início de sua carreira na Fórmula 1 e de como a inscrição “Cristo salva” em seu capacete e no carro que pilotava foi importante para difundir a Palavra de Deus em todo o mundo. “Sou a terceira geração de uma família batista. Sempre achei que tínhamos o melhor produto do mundo apresentado da pior maneira possível. Tinha muita vontade de mudar isto”, contou ele, destacando a dimensão da linguagem universal do esporte.

 Ao final do evento, Marcos Grava, Erní Seibert e Alessandro Miguel, missionário da AMME Evangelizar, entregaram aos representantes de igrejas e organizações cristãs presentes o certificado “Eu jogo neste time”, atestando seu compromisso em participar do movimento Joga Limpo Brasil.Sobre as organizações coordenadoras  Coalizão Brasileira de Esportes (CBE): é uma rede de ministérios esportivos presente em todo o País, que reúne voluntários, igrejas e demais instituições cristãs comprometidas com a utilização sadia e ética do esporte como instrumento de inclusão e transformação social. Há muitos anos, a CBE e outras organizações parceiras, presentes em mais de 150 países ao redor do mundo, colaboram voluntariamente com os Comitês Organizadores de grandes eventos esportivos, tais como Jogos Olímpicos, Jogos PanAmericanos e a Copa do Mundo de Futebol, visando o uso destes eventos como palco para o atendimento e alcance de pessoas.

Sociedade Bíblica do Brasil (SBB):  é uma entidade sem fins lucrativos, de natureza  filantrópica, assistencial, educativa e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia, um bem de valor inestimável, que deve ser disponibilizado a todas as pessoas. Além disso, por seu caráter social, desenvolve programas com o objetivo de promover o desenvolvimento espiritual, ético e social da população brasileira.

 Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação espiritual, de fortalecimento dos valores éticos e morais e de incentivo ao desenvolvimento humano, nos aspectos espiritual, educacional, cultural e social, em âmbito nacional”.

AMME Evangelizar:  é a Associação de Missionários Mantenedores da Evangelização, uma missão brasileira,  independente e não denominacional, fundada no ano 2000, com o propósito de ajudar as igrejas cristãs do país a cumprirem sua tarefa de evangelizar todo o mundo. A AMME cumpre seu propósito através de quatro diretrizes: motivar, treinar, suprir e apoiar. Em 11 anos, a AMME se aproximou de 100 milhões de pessoas que receberam uma apresentação do evangelho a partir de seu ministério.

Anúncios